terça-feira, 12 de abril de 2011

Pedi, consegui, me arrependi



Acho que finalmente consegui o que eu queria, só que agora não tenho certeza se eu realmente queria isso. Queria tanto precisar de alguém que tinha esquecido como dói. Quando não é correspondido (no meu caso, 99,99% das vezes), dói mais ainda.

Fui ingênua a ponto de acreditar que essa tal garota poderia ser eu. Como gosto de me iludir. Como eu gosto de bancar a detetive e achar sinais e indiretas até onde não tem. Impressionante minha capacidade de enxergar monstrons no escuro.

Impressionante minha capacidade de gostar sempre da pessoa errada. E gostar de você.

(Você provavelmente não vai ler isso, mas vai continuar aqui, pra você)

Larissa Araldi

Nenhum comentário:

Postar um comentário