terça-feira, 28 de junho de 2011

Quando um coração se parte, não se parte de verdade



Ela está ótima, se sente perfeita. Finalmente se livrou do mala e conquistou o suposto príncipe encantado. Todos os dias parecem um sonho. Talvez sejam. Seu coração está estável novamente. Nunca se sentiu tão feliz e realizada. Nem parece mais a mesma. Está mais bonita e radiante. Ela realizou seus sonhos e desejos. Se livrar dele foi a melhor coisa da sua vida, se sente tão livre. Seus sentimentos a controlam e levam ela para caminhos cada vez melhores. Cada lembrança dele é um entulho. Já faz tanto tempo, ela nem lembra mais.

Ele está péssimo, nunca esteve tão horrível. A perdeu e não consegue ver mais ninguém. Todos os dias parecem um pesadelo. Talvez sejam. Seu coração mais parece um castelo de cartas: um sopro e tudo vai pelos ares. Sorriso é uma coisa que já não conhece mais. Nem parece mais o mesmo. Está horrível, acabado. Ele só tem um sonho, um desejo. Perdê-la o destruiu, se sente tão preso. Seus sentimentos o controlam e já não consegue mais viver. Cada lembrança dela é uma relíquia. Já faz tanto tempo, mas ele nunca vai esquecer.

Larissa Araldi

Nenhum comentário:

Postar um comentário