terça-feira, 22 de novembro de 2011

Aqueles pesadelos


Você esperou tanto tempo por isso. Você se esforçou e tentou, do seu jeito. Você achava que não ia funcionar, afinal, nunca funcionava. Mas funcionou, e talvez seja aí que surgiu o problema. Apesar de tudo, você não estava preparada. Você queria muito, mas não queria dizer que sabia lidar com isso. Como em qualquer outra situação, você tentou aprender, e até que estava conseguindo. Estava feliz até que... malditos 3 dias. Um pouco de birra, orgulho, raiva, carência, tudo que você achou que era fruto de uma TPM daquelas. Mas não era.

Seu sono já não era mais o mesmo. Você acordava no mínimo 6 vezes por noite. E os sonhos - se é que assim podem ser chamados - te assustavam, te impedindo até de sorrir. Só tragédias e cada dia uma pessoa diferente morria. Apesar de ser só um sonho, ficava preocupada. Mas as pessoas sempre estavam lá, vivas e sorridentes. E você se sentia idiota por pensar que alguma coisa podia ter acontecido.

Você fechava os olhos e respirava, afinal, nem tudo estava perdido. Porque apesar do barril de neura que você virou, eles sempre estavam lá pra te acalmar. E sabe, funcionava. Sempre e muito bem.

Um comentário:

  1. Ficou bem bonito, Lari. Mas no começo eu achei que você estivesse falando de gravidez -qq

    ResponderExcluir